Grávida de quadrigêmeos, baiana remove parte de box de banheiro por conta do tamanho da barriga

Crianças vão se chamar Mateus, Miguel, Leonardo e Júlia. A mãe, Polyanna Dourado, engravidou de forma natural.

0
56

 

baiana Polyanna Dourado, de 36 anos, que está grávida de quadrigêmeos precisou adaptar a casa para a chegada dos filhos. A mulher, que engravidou de forma natural, está no sétimo mês de gestação.

Com 1,20 metro de circunferência de barriga, Polyanna tem tido dificuldades para se locomover dentro da casa. O banheiro, por exemplo, precisou ser adaptado.

“Está sim [difícil], principalmente para tomar banho, para entrar no banheiro. Eu não consigo passar pela porta, é apertadinho. Nem de lado e nem de frente, por conta disso tivemos que tirar uma parte do box”, explicou.

Mãe precisa adaptar casa para a chegada dos quadrigêmeos — Foto: Reprodução/ TV Bahia
Mãe precisa adaptar casa para a chegada dos quadrigêmeos — Foto: Reprodução/ TV Bahia

As roupas dos bebês, estão arrumadas em um guarda-roupa, armado na varanda da casa da família, em Salvador. Polyanna ganhou a maioria das roupas, fraldas e outros itens através de doações de outras mães.

O parto das crianças estava marcado para o dia 17 de dezembro, mas os médicos pediram para ela aguardar até o início de janeiro para que os bebês nasçam mais fortes.

De acordo com Polyanna Dourado, os bebês se mexem bastante durante a noite. A mulher precisa dormir com vários travesseiros. “Eu viro para o lado direito, lado esquerdo e é só sentindo eles mexendo mesmo, mas é a noite toda levantando”.

Baiana espera por quadrigêmeos — Foto: G1/BA
Baiana espera por quadrigêmeos — Foto: G1/BA

A baiana informou que o berço será armado para os quatro bebês ao lado da cama do casal.

“Vou colocar um berço aqui ao lado da cama, onde eu vou acolher os quatro no mesmo bercinho. Se no decorrer do tempo eu sentir a necessidade, se um ficar acordando o outro, aí eu vou armar outro berço e vou dividir dois em cada um”, disse a mãe dos quadrigêmeos.

Em setembro, Polyanna ganhou um chá de fraldas organizado por um grupo de mulheres que se solidarizou com a gestação. No evento, ela aproveitou para revelar os nomes e o sexo dos bebês, três meninos e uma menina. A festa foi realizada em Salvador e teve ursinhos como tema.

“São dois univitelinos – Mateus e Miguel –, Leonardo e Júlia. Um super time, que veio para equilibrar. Uma amiguinha da minha filha, Ludmila, e os outros três”, contou Polyanna.

Pollyanna e o marido no Chá de fraldas em Salvador — Foto: Reprodução/ TV Bahia
Pollyanna e o marido no Chá de fraldas em Salvador — Foto: Reprodução/ TV Bahia

Marido de Polyanna e pai das crianças, Dieslan Dourado relembra o susto que tomou quando soube da notícia.

“Quando a médica falou que era três placentas, eu gritei assim: ‘três?’. Aí com 20 dias, eu estava lá em Irecê, andando de moto, aí Poly me ligou e contou que eram quatro. Eu parei a moto, quase que caio da moto. Fiquei assim parado pensando: ‘quatro?’. Nas primeiras noites a gente fica preocupado, pensando. É difícil criar. Toda vida será bem-vinda. Não tem explicação, a emoção é muito grande”, disse o pai das crianças, que trabalha no ramo de agricultura, em Irecê, norte da Bahia.